sexta-feira, fevereiro 29, 2008

Parece que afinal há Justiça

Do Público:
«Envelope 9: Jornalistas do "24 horas" não vão a julgamento»

O Colectivo já não é o que era

O poder moiteiro parece estar em cada vez menos lento processo de apodrecimento.
O shôr presidente está de partida e vai deixar imensa terra queimada atrás.
Afirma quem com ele convive de perto que o homem anda sem paciência para isto.
Sente que já merece algo mais (de destaque) ou de menos (trabalho).
Arrasta-se em obrigações que o chateiam.
Parece que se especializou em não saber dos assuntos internos do concelho e olha para o horizonte.
Ao mesmo tempo a segunda linha debica em todas as direcções.
João III, o Faim está mais calmo, mas a conspiração continua.
Os amoitados da Baixa da Banheira têm alguma dificuldade em encontrar um registo para se fazerem notados.
O ex-multiassessor continua a «dar a cara», mas agora em formato sério, a preparar o salto.
O aristocrata dedica-se a avaliar os méritos toponímicos da sua terra e, de caminho, a avaliar a justiça e valor das figuras históricas da terra, sem uma reserva de pudor que seria aconselhável por razões óbvias.
Quanto aos cães de fila, armados em puros, desataram a morder sem dó nem piedade em todos, mesmo os que de sempre estiveram do seu lado.
O espectáculo é deprimente.
Por um lado é bom que este poder se desfaça perante os nossos olhos.
O problema mesmo é que já destruíram quase tudo o que havia para destruir.
Alguém está interessado em ficar a comandar os destinos de um concelho perfeitamente esventrado, maltratado e cada vez mais feio e incaracterístico, sem uma visão estratégica para o futuro?
Eu sinceramente não gostaria que alguém das minhas amizades fosse obrigado a assumir em 2009 toda a porcaria que estes senhores fizeram em especial nestes últimos 10-15 anos.
Fizeram a merda, afocinhem nela.
E quem tiver bom senso que se ponha a andar daqui.

quinta-feira, fevereiro 28, 2008

Isto está durinho!



O que custaria resolver uma simples questão de justiça toponímica?
Vamos a ver e a Baixa da Banheira está cheia de arruamentos com nomes perfeitamente irrelevantes e sem valor identitário nenhum.
Há coisa incompreensíveis.
E há detentores de cargos públicos que parecem não perceber que devem zelar pelo interesse comum e não só pelos interesses da sua agremiação.

Afinal o Presidente sempre se encontra com as visitas



Pela foto e notícia no Jornal da Moita parece que as visitas são mais interessantes quando são femininas e trazem a promessa de dinheirinho.

quarta-feira, fevereiro 27, 2008

AVP Lusofonia Musical

É verdade, mas o que fez ele até agora?

Do Portugal Diário:

«Financiamento partidário, a «hipocrisia suprema»
O presidente do PSD defendeu, terça-feira à noite, que se pondere a possibilidade de os partidos voltarem a ser financiados por privados e empresas para acabar com o que considerou ser uma «hipocrisia suprema».

Em entrevista à SIC Notícias, Luís Filipe Menezes disse que a actual lei do financiamento dos partidos e das campanhas eleitorais «é impraticável», que as normas foram «mal feitas, por pessoas que nunca na vida organizaram uma campanha eleitoral».

«Eu penso que, atendendo inclusivamente à situação financeira do país, é de reequacionar que o financiamento possa ser privado e também das empresas, com transparência, com rigor, com medidas drásticas para condenar quem prevaricar, com incentivos fiscais generosos».»

Agora deve ser mesmo gozo...

Seis dias depois, nada?

FUI...


Começo a chegar à conclusão que a solução para Portugal é tornar-se uma província da Albania, como a UDP e o PC(R) queriam em 1975.

Vamos importar umas 10 milhões de Albanesas e tornar este País Independente de Espanha e da UE.

Tornemo-nos um outro protectorado dos EUA, o segundo depois dos Açores e aí seremos finalmente felizes !

Viva a Grande Albania !

Sintonizem a Rádio Albania em português nas ondas curtas do vosso rádio.

Moiteiro chifrudo fica à porta!



Debate sobre Touradas na Moita

Dia 1 de Março, 21h
na Sede do Bloco de Esquerda da Moita.

Apareçam e tragam um amigo

terça-feira, fevereiro 26, 2008

Fernanda Velez SHOW



Ela é Loura, mas não é burra e deu um grande baile à Sinistra Ministra, é a Fernanda Velez, e só usa a pasta medicinal do L. Nascimento, o nosso camarada do PS(b).

segunda-feira, fevereiro 25, 2008

A interactividade continua nula

O shôr Presidente não responde.
E lá que há perguntas garanto que há.
Porque será tamanho silêncio?

Uma situação deplorável



Exmº Conselho de Administração da Sicasal - Indústria e Comércio de Carnes, S.A.

Bom dia!

Em nome e a pedido de dezenas de Cidadãos, escrevi-vos a 21 do corrente.
Os Senhores nada responderam.

Entretanto, o tempo foge.
A situação é insustentável todos os dias, a cada dia, hoje 25 Fev '08 mais do que ontem.

A Suinicultura ilegal da Barra Cheia[1], Alhos Vedros, 2860 Moita tem de fechar!

Não mais merda e mijo de porco para cima das nossas terras[2], não mais contaminação perigosíssima dos nossos solos e das nossas águas de beber!

O Estado de direito tem de funcionar!

Contra os prevaricadores! Contra os Poluidores[3]!

Contra o imobilismo cúmplice daqueles que nada fazem em defesa das Populações, alcandorados preguiçosamente em postos de responsabilidade do aparelho de Estado local, regional e central, de modo cego, surdo e mudo[4] face às aflições legítimas das Populações!

Educadamente,

A pedido dos Portugueses que assinam o Documento em anexo (4 fls)
25 Fev '08

antónio silva ângelo


[1] (ver Propriedade aqui, a poente da Azinhaga de São Lourenço conforme mapa de Localização ali).

[2] 4 lagoas a céu aberto com corrimento de efluentes 24/24 e 365/365 para as Propriedades com terrenos inferiores. Em tempo seco é uma desgraça. Com chuvas é uma catástrofe.

[3] E não basta que os poluidores venham a ser pagadores. Isso será normal. Mas não chega. Os poluidores devem CESSAR de poluir.

[4] Sem ofensa para quem não vê, não ouve e/ou não fala, que são pessoas iguais a nós em direitos e em igual dignidade. O que aqui se denuncia em sentido figurado é o Estado "fare niente", o Estado forte contra os fracos e agachado e omisso face aos fortes. Aquele 'Estado' que até parece que, face a um qualquer conflito de interesses, pergunta à partida: "Quem é o mais forte aqui?", para depois concluir "Castigue-se e corra adiante o sacrifício do mais fraco!"


Prós e Contras-Hoje é sobre Educação

O estado a que chegou a educação, quero eu dizer....

Vai ser um programa de "derrubar governos", com surpresas várias, e convidados que vivem bem próximos de nós...

Os Professores preparam-se para dar resposta à vergonha a que têm sido submetidos, como indíviduos e como classe.

Nunca se viu um Movimento tão plural ser tão organizado, fora das organizações sindicais, mas também com o apoio de todas as organizações sindicais que representam os Professores.
O Movimento, está aí a dar cartas, e a Blogosfera, 1, 2, 3, 4, 5... tem ajudado muito a criar essa forma mais democrática de lutar por uma causa comum, neste caso a justa luta dos professores.

O AVP, estará atento e vai gravar algumas partes e posteriormente publicaremos aqui, via, YouTube !

Para mais logo...



... a abordagem desta vergonha que corre perante os nossos olhos e narizes, na Barra Cheia.

domingo, fevereiro 24, 2008

AVP Óscares

Apresentados de novo por Jon Stewart e muito bem.
Aqui fica a lista de nomeados.
Não consigo ter grandes favoritos, pois não vi a larga maioria dos filmes a concurso.
Claro que gostaria que o Persépolis ganhasse na categoria da animação:



Claro que gostava que o Ratatouille levasse o prémio de melhor argumento:



Claro que, para chatear, gostava que o Juno e a Ellen Page ganhassem os respectivos Óscares:

Que interactividade?

O Rostos Online anunciou uma entrevista interactiva com João Lobo, presidente da autarquia moiteira.
Três dias depois do anúncio, a interactividade é nula.
Ainda não percebemos se é o pessoal do Rostos que não conhece o conceito de interactividade, se o confundiu com outra coisa qualquer.
Falta de perguntas não é, pois foram aqui publicadas duas delas e uma não é de «anónimos».
Ou será que ninguém escreve ao general, desculpem, ao shôr presidente?
Não mandaram o mestre multiassessor ou o tipo do telhado fingir que é um munícipe satisfeito a louvaminhar a acção da CMM e do seu preclaro presidente?
O que estará a emperrar a interactividade prometida?
Não está tempo para ir para as propriedades, o homem podia responder.
A menos que confundam interactividade com agora juntamos as perguntas e mandamos e ele responde quando calhar. Se lhe apetecer.
Deve ser essa a nova ideia de interactividade.
Grande flop.

sábado, fevereiro 23, 2008

Afinal sempre temos Parque Temático



No Pinhal do Forno vamos ter ainda em 2008 o Parque Macle-Temático do Barracão.

Publicidade abundante hoje no SemMais, a par de anúncios em força ao Parkim e outras iniciativas Rodrigues & Filipe.

Uma outra questão (não anónima) para a entrevista interactiva

Exmº Senhor Director do Jornal O Rostos
Jornalista António Sousa Pereira
Director
Boa Noite!

Participo enquanto Cidadão e Munícipe na Moita com muito gosto no vosso interessante desafio.
Eis então uma boa pergunta para os Senhores Jornalistas colocarem por favor na próxima Entrevista Interactiva a João Lobo, Presidente da Câmara Municipal da Moita:

É pública e notória a existência de uma viva contestação de vários sectores da População e de diversas forças políticas no concelho ao seu Projecto de Revisão do PDM da Moita, novo PDM esse que é por muita gente nomeadamente acusado de violar a lei em numerosos e graves aspectos, favorecendo extraordinariamente certos Promotores Imobiliários, que por seu turno favoreceram extraordinariamente pessoas bem colocadas em redor da cúpula de decisão da Câmara da Moita.
Esse processo de Revisão conheceu o início do seu processo oficialmente anunciado pela Câmara da Moita no Boletim Municipal de Julho de 1996 e já vai para 3 anos que está de facto "encalhado" desde a Discussão Pública de 2005.
A Moita já gastou nesta Revisão inacabada 12 anos. E não se descortina um fim à vista.
Neste quadro, aceita o Presidente da Câmara Municipal da Moita João Lobo participar num debate público
sobre a Revisão do PDM com uma qualquer das vozes da oposição ao seu Projecto de PDM, por exemplo com um dos Munícipes do Movimento Cívico Várzea da Moita, tal como consta aliás de um desafio sintomaticamente deixado sem resposta apesar de lançado já no Verão passado? E, caso não possa ou entenda não dever participar num tal debate público de esclarecimento, por razões que sobejamente se compreenderá, aceita que um seu Representante a nível da Direcção Política da Câmara ou então que um Representante do seu Partido ou da sua Coligação Eleitoral participe num tal acto de cidadania e de esclarecimento?

Na expectativa de uma boa resposta por parte do Entrevistado, com coragem política e sem subterfúgios, despeço-me

Cordialmente
22 Fev '08
antónio manuel da silva ângelo
Bilhete de Identidade nº 2191065

Interactividade nula

Dois dias depois de lançada a pretensa entrevista interactiva com o shôr presidente moiteiro continua sem conteúdo no site do Rostos Online.
Que não seja por falta de questões.
Nós já enviámos a nossa e, não tendo regressado na volta do correio, é porque chegou ao destino.
Pelo menos a essa feita com bons modos, cortesia e alguma substância, poderia tentar responder.
Ou será que por estas bandas só se responde ao que se quer?
Isso é que seria surpreendente.

AVP Pindérico II



Os dias estão difíceis, a bolsa está curta, um tipo tem de andar aos saldos.
Para miúdos e graúdos.

AVP Pindérico

É aproveitar fregueses, é aproveitar, que isto agora chovem dvd's de borla com tudo o que é jornal ou revista.
Ele tem sido Correio da Manhã, ele tem sido TV Guia, ele tem sido Diário de Notícias, ele tem sido Caras, etc, etc, etc.
Hoje é o Expresso com o primeiro disco do CSI: Miami.
Não é o meu favorito do franchising televisivo, mas já tenho o CSI original comprado por altura da saída com o Público.

Leitura interessante

Apesar do discurso nem sempre claro e do tradicional pontapé na ortografia e gramática que vai fazendo escola nestes tempos de engenheiros formados por fax.
Apesar desses pequenos detalhes de forma, o texto de José Manuel Matos sobre o novo Aeroporto e o hinterland desta banda do Tejo, até merece ser lido e analisado com alguma atenção.

A tertúlia finou-se?

O quintal dos banheirenses mais amoitados do concelho está há 8 dias inteirinhos sem postar nada e antes já sofria de forte anorexia postadora, na sequência de profunda irrelevância substantiva.
Antes que o cadáver lance eflúvios desagradáveis, ninguém arranja uma lapidezita para assinalar o finanço?

Para desmentir este post é batota o aristocrata João postar uma foto-restos-de-colecção ou o porreiro Luís colocar uma referência musical.

Opinião de Carlos Vardasca sobre o Kosovo


Carlos Vardasca, no seu Blogue dá-nos uma visão acertada da secessão da Sérvia, devido aos interesses imperialistas dos EUA e do IV Reich, Franco-Teutónico.
A ler com atenção.
Nota do editor do AVP: Toda a análise que o Carlos Vardasca faz desta situação apenas peca na minha opinião, por não ponderar na hipótese mais plausível, a de que esta pseudo-inDependência, servirá no fundo para entregar esta parcela do território vital da Sérvia à Albania, ou seja é roubar dum para dar ao outro...Isto é mais do que motivo para que a guerra seja declarada pela Sérvia à Albania e quanto a mim com todos os motivos.
AV2

sexta-feira, fevereiro 22, 2008

A mudança de gestão das Escolas para as Autarquias

Compreendi finalmente os motivos reais porque este governo quer mudar a gestão das Escolas
até ao 9º Ano para as autarquias.

A Escola pública é um garante da nossa nacionalidade e da formação básica do sentido da formação portuguesa e da nossa identidade nacional.

O Principal objectivo ao contrário do que eu pensava anteriormente, não é de destruir a Escola Pública apenas pela poupança virtual de dinheiro que daí adverirá, e para mostrar à UE os fabulosos menos de 3% de deficit... Não! É muito pior do que isso.
O objectivo da sanha destruidora da Educação Pública é que delegando nas autarquias a gestão das escolas e sabendo este governo dos problemas que têm os governos locais, (Lobbys de empreiteiros que dominam quase completamente o poder local e corrupção de políticos por esses Lobbys), isso irá fazer com que as autarquias por sua vez deleguem esses poderes que não tem capacidade de gerir para a iniciativa privada. (O mobiliário é cedido pela empresa A, os computadores pela empresa B, etc.)

Claro que essas empresas criarão expectativas de retorno desses investimentos... aí por exemplo na fronteira com Espanha, como é mais fácil e barato, pedir-se-á às Empresas Espanholas a gestão das escolas publicas nacionais..,.. porque não? Isto não é tudo uma região da União Europeia?

Os conselhos directivos são um problema para o governo, pois são estruturas democráticas, representativas das diversas classes e sujeitas a votações. Ora bem, o governo acaba com esse problema, impondo a gestão apenas por directores nomeados, porque na realidade é mais fácil corromper e mandar num indíviduo, do que num conselho de indíviduos !

Na visão deste governo anti-patriótico, a Escola Pública tem de ser destruída para que a nossa Pátria seja destruída, pois ela é um bem nacional e para este governo, isso é perigoso e poderá atrasar a destruição da nossa e identidade nacional.

AVP Musical de sexta à noite

Desculpem lá o esquecimento, mas o evento não é memorável



Do We Have Kaos...

Não há respeito pelas nossas memórias de infância



A Nova Heidi, dizem eles...

Laranjinhas com tomatina no sítio?

Parece que o PSD quer dar uma cambalhota, ou meia cambalhota, em matéria de lei eleitoral autárquica.
A ser verdade, era uma boa novidade.
Resta saber se não é apenas um estratagema para ganhar tempo de antena.

Portugal fora da UE, UE fora de Portugal !

Não se deve nem pode estar numa Comunidade que não respeita as Pátrias, e em que há países como a Alemanha e a França que apoiam inDependências, e secessões da parte integral da Sérvia, o Kosovo, para a entregar depois à Albania!

quinta-feira, fevereiro 21, 2008

Futebol Internacional: Basileia



Futebol Internacional: Nuremberga


Ora toma!!! Uma PINocada no Sócas

Do Público (que não tem ligações para esta notícia)::

«Tribunal Administrativo de Lisboa suspendeu o primeiro projecto PIN do Governo

Instância judicial decidiu-se pela "suspensão da eficácia" do despacho conjunto dos ministérios do Ambiente e da Economia que reconhecia o interesse público

O Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa (TACL) suspendeu o primeiro projecto de potencial interesse nacional (PIN) promovido pelo Governo no litoral alentejano.
O despacho da instância judicial determinou a suspensão do loteamento onde está a ser construído o projecto turístico-imobiliário Costa Terra, localizado entre o Estabelecimento Prisional de Pinheiro da Cruz e a Aberta Nova, e mandou parar a obra, dando assim sequência a uma providência cautelar interposta pela Quercus e pelo Geota.
O Ministério do Ambiente anunciou que vai recorrer da decisão do Tribunal Administrativo.»

Serve de muito o distanciamento, serve

Do Jornal de Notícias:

«Cavaco promulga "vínculos" mas distancia-se do Governo»

Ou promulga ou não promulga. O resto é falta de bolas no sítio.

Ainda há quem diga não somos educados e construtivos

Questão enviada para o Rostos Online, para ser colocada a sua Excelência, o Presidente João Lobo:

Senhor presidente, acha que a liberdade de expressão permitida pela net é um benefício ou prejuízo para a Democracia Participativa?

A equipa editorial do blogue Alhos Vedros ao Poder

Será que ele responde?

No Rostos Online:


Entrevista Interactiva
João Lobo – Presidente da Câmara Municipal da Moita
. Faça a sua pergunta

João Lobo – Presidente da Câmara Municipal da Moita
. Faça a sua pergunta" align="right" border="2" hspace="10" vspace="5">. Envie a sua pergunta

Numa iniciativa entre o jornal “Rostos” e SAPO LOCAL damos continuidade ao ciclo de entrevistas INTERACTIVAS.
Após Euridice Pereira, Governadora Civil de Setúbal, a segunda será com João Lobo, Presidente da Câmara Municipal da Moita.

Lançamos o convite aos leitores de SAPO LOCAL e jornal “Rostos on line” para colaborarem nestas ENTREVISTAS INTERACTIVAS.

Envie a pergunta que gostava ver respondida pelo Presidente da Câmara Municipal da Moita.
Seja um “cidadão-jornalista”.

Envie a sua pergunta para : interactivas@rostos.pt

Faça, hoje mesmo, a sua pergunta a João Lobo, presidente da Câmara Municipal da Moita.


Garanto que nós vamos fazer uma ou duas...

Agenda AVP

Aula Magna

Agenda Cultural Fevereiro 08

Reitoria da Universidade de Lisboa

________________________________________________________________

Spoon

23 FEV | 21h | AULA MAGNA

No próximo dia 23 de Fevereiro, os Spoon, banda americana de rock alternativo, vêm à Aula Magna para apresentarem o seu mais recente álbum “Ga Ga Ga Ga Ga”, editado em Julho de 2007.

Com Britt Daniel (guitarra e voz), Jim Eno (bateria), Rob Pope (baixo) e Eric Harvey (teclados, guitarra, percussão e coros), os Spoon apoiam-se numa sonoridade intimista muito próxima do soul, tendo conseguido já o 10º lugar do topo de vendas americano.

Veja aqui o videoclipe do single “The Underdog”, do novo álbum “Ga Ga Ga Ga Ga”

Bilhetes

  • Doutorais: 27 euros;
  • Anfiteatro: 20 euros;
  • À venda na Ticketline (www.ticketline.pt ou através do número para reservas 707 234 234), Fnac (www.fnac.pt), Worten (www.worten.pt), CTT, Lojas Abreu, Bulhosa (Oeiras Parque), Bliss (Oeiras Parque e Fórum Montijo), agências ABEP e Alvalade ou na Aula Magna, no próprio dia.

quarta-feira, fevereiro 20, 2008

AVP Blogosfera Local

Há novidades no Do Tejo ao Rovuma.

AVP Divulgação

Caros editores do AVP, agradeço que divulguem estes Encontros, que eram para ser no Grémio Lisbonense, mas devido ao despejo serão no D'Alma Lounge.
Segue a notícia que publiquei no AAG NEWS.
"Conheci o Estevão num encontro sobre Fanzines de BD, na FNAC de Brasília.
Durante esse Encontro entre vários Fanzines lá estava a Bongorê-Bongorá, que se destacava pela qualidade dos trabalhos e pela impressão de boa qualidade, passava para além do Fanzine e fez-me recordadr imediatamente a revista Paulista, Chiclete com Banana com um toque da mítica ANIMAL, foi amor à primeira vista, como não consegui um exemplar disponível, disseram-me para procurara numa loja especializada em BD de Brasília, lá fui, mas a loja estava fechada para obras e felizmente que tinha anotado o nº de telefone do Estevão.

Telefonei-lhe e disse-lhe que estava em Brasília a fazer uma Exposição de BD em Azulejo, no MAB e se ele não poderia passar lá pela casa de Delei, para eu ficar com uma edição do seu Fanzine. O Estevão fez o favor de ir lá e entregou-me este exemplar autografado e carimbado !

Muito Obrigado ao Estevão !
Agora o Estevão mais dois colaboradores do BB, estão cá em Portugal a convite da Chili com Carne, para participar num encontro Luso-Brasileiro de Fanzines e para mostrar o #2 desta Revista, que ainda não pus as mãos e avista encima.

Estarei no D'Alma Lounge, no dia 23 de Fevereiro, mas o programa começa dia 21, pelas 19 h. e prossegue até dia 24, pode consultar aqui o programa.

Estes Encontros eram para ser feitos no Grémio Lisbonense, mas como se sabe o senhorio despejou estes amigos desta centenária Associação.

Convidei também estes amigos para passarem aqui uma noite na Moita e vamos ver se poderão estar presentes."
Saudações de Luís Cruz Guerreiro

Pode sempre pedir fiado ali na mercearia do Toninho

Do Público:

«Câmara de Lisboa pondera contrair empréstimo que não careça de visto do Tribunal de Contas»

Terão consultado o oráCUlo de Belline?

Ainda do DN:

«PS certo de que Sócrates se recandidata em 2009»

Claro que se recandidata.
Afinal o Cherne Barroso ainda lá por fora e só depois de sair é que pode dar lugar a outro.

O meu coração até sangra...

Do Diário de Notícias:

«Crise do BCP vai custar 1,3 mil milhões a accionistas»

Mas fica uma questão muito importante: sendo um banco de há muito patrocinado pela Opus Dei, será justo concluir que o Senhor, afinal, não estava com eles?

terça-feira, fevereiro 19, 2008

Ripa na rapaqueca

Da TSF:
«Tribunal de Contas chumba pedido de empréstimo à Câmara
O Tribunal de Contas chumbou o pedido de empréstimo feito pela Câmara Municipal de Lisboa e que se destinava ao pagamento de fornecedores da autarquia. Recorde-se que o plano de saneamento financeiro da Câmara de Lisboa dependia, na sua quase totalidade, da contracção de um empréstimo de 360 milhões de euros junto da Caixa Geral de Depósito.»

E um comentador colocou o dedo na ferida...
Como será com o empréstimo do poder moiteiro?
Queria vê-los a pagar as dívidas e a dizer que a culpa do que gastaram do do Poder Central.

Hipocrisia pura

De O Rio Online:
«O secretário de Estado da Administração Interna, Rui Sá Gomes, fez uma visita ao Posto da GNR, na Moita, no dia 14 de Fevereiro, sem comunicar com a Câmara Municipal da Moita. Desagradado, o presidente da Câmara vinca: “a participação da Câmara Municipal naquela visita seria um útil contributo para o conhecimento da realidade deste Município”.
(...)
De acordo com o edil moitense, João Lobo, a participação da Câmara Municipal naquela visita “seria um útil contributo para o conhecimento da realidade deste Município”.»


Até parece que o mesmo "edil" não faltou ostensivamente à comparência quando o concelho foi visitado por outros membros do Governo.
De qualquer modo julga-se que foi maior a utilidade do "edil" no acompanhamento das visitas do IGAT.

Até que enfiiiiiiiiiiiiimmmmmmmm!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



A mensagem oficial do homem no jornal Granma está aqui, mas cum camandro a página demora horas a carregar.
Dá tempo de um tipo a Cuba (no Alentejo) e vir e nada.
Acho que é mais rápido ir mesmo a Cuba-Cuba e comprar a edição em papel.

Até que enfiiiiiiimmmmmmmmmm!!!!!!!!!!!!!!!!

Do Expresso:
«Tribunal Constitucional condena financiamento ilegal
PSD e Somague multados
O tribunal considerou que a factura paga em 2002 pela Somague por serviços prestados ao PSD e à JSD por uma empresa de comunicação configura um donativo indirecto proibido.

O Tribunal Constitucional (TC) condenou o PSD a pagar uma coima de 35 mil euros por ter recebido ilegalmente da construtora Somague um donativo indirecto de €233.415, valor que terá que entregar ao Estado. Segundo o acórdão do TC divulgado esta segunda-feira, a Somague também fica obrigada a pagar uma coima, neste caso de 600 mil euros.

Em 2002, durante a liderança de Durão Barroso, a Somague pagou uma factura no valor de €233.415 por serviços prestados ao PSD e à JSD pela Novodesign, uma empresa de comunicação. Este procedimento configura um donativo indirecto proibido e punível com coimas e perda a favor do Estado dos valores ilegalmente recebidos, segundo um acórdão do TC de 27 de Junho.

O presidente da construtora foi igualmente multado bem como o secretário-geral adjunto do PSD responsável pela área financeira à época, José Luís Vieira de Castro. O secretário-geral do partido era José Luís Arauto que já afirmou publicamente ter delegado tais procedimentos no seu adjunto. Vieira de Castro encontra-se incomunicável por razões de saúde.»

Muito giros

Os montes de entulho que vão polvilhando os terrenos a seguir á rotunda para a zona empresarial do Carvalhinho, na estrada para o penteado.
Por cada nova moradia via um monte de terra e entulho.
É o Pogueguesso.

Na 3ª linha

Alguém viu ontem o Prós e Contras?
Eu vi uns bocadinhos, mas ia mudando para não entrar em coma profundo.
Era sobre qualquer coisa, tipo aeroporto + terceira travessia a multiplicarpelo ordenamento do territórios e umas coisas polinucleadas.
Até ouvi algumas coisas com sentido e afinal o Augusto Mateus até é mais do que um ex-Ministro da Economia sofrível.
O Fonseca Ferreira nosso conhecido é que pode ter muito boas ideias, é pena é que para as explicar um tipo fique ali a navegar em frases sem fim.
Mas interessou-me mais a hierarquia dos autarcas da Margem Sul presentes na sessão.
Não sei bem porquê, o Presidente da Câmara do Seixal teve direito a grande plano, nas mesas lá de cima, sem que nada do que se vai passar afecte directamente o seu concelho, tirando o malfadado Metro do Sul to Tejo que parece mesmo uma obra de Santa Engrácia.
Remetido para a plateia, o presidente da Câmara do Barreiro e da Área Metropolitana de Lisboa, Carlos Humberto, justificou a despromoção (logicamente deveria estar nos cadeirões) com umas intervenções meio confusas.
Quanto ao shôr presidente da Moita foi remetido para uma 3ª linha discreta.
Tudo normal.
Respeitaram-se as hierarquias e as precedências.

segunda-feira, fevereiro 18, 2008

Um milhão de contos para isto?



A marginal moiteira pela manhãzinha.
Não era suposto que aqueles enormes mastronços tivessem resolvido isto, para mais estando em maré baixa?
Já sei.
Choveu «acima dos valores médios para a época».
Fotomtambém publicada pelo Arre-Macho.

Revista Carioca, Zé Pereira # 4

Lição de história, por Antonio Edmilson Martins Rodrigues:
Texto de Sílvio Rabaça
"Foi A Imprensa que Inventou o Rio de Janeiro"

Revista Zé Pereira # 4



O nosso carioca preferido, e nem o conhecemos, o editor da revista Zé Pereira, do Rio de Janeiro, Eduardo Sousa Lima, enviou-nos, via Luís Guerreiro, a mais recente edição desta excelente revista, vamos pois fazer a análise minuciosa deste quarto número.
Primeiro de tudo o papel mudou, parece o inverso do jornal O RIO, que tinha aquele papel branquinho no início e depois virou papel de jornal nos últimos 30 números.
A Zé Pereira fez o oposto saiu do papel de jornal, para esse papel branquela, o que para mim é uma mudança de que não havia necessidade, gosto muito mais do papel das primeiras três edições, mas os editores saberão melhor que eu os porquês desta mudança.
No resto em termos gráficos a Zé Pereira continua muito boa, mantendo o preto e branco no interior e as capas coloridas, com bastante publicidade e publicidade de qualidade.

A Capa:
O único Rei que possivelmente eu votaria para ser presidente da Real República Anarquista de Alhos Vedros, com mais carisma que o actual Rei do Carnaval de Alhos Vedros, não desfazendo...
O seu nome é "Gerson King Combo", que traduzido para Português é Gerson Rodrigues Cortes o Rei da Black Music no Brasil, seja lá isso o que for!

Pelo que li isso seria uma loucura nos anos 60, e no Rio até era considerado viadagem!
Outra coisa que não sabia é que o outro Rei, isto hoje é só Monarquias, o Roberto Carlos tinha apenas duas pernas, ao contrário da maioria dos homens que têm três!

Aqui está o Rei Combo, a adorar o Deus Baco, o que só o dignifica, espero que tenha escolhido um bom vinho aqui da Costa Azul, recomendo-lhe um "Palmela", tinto.


Um Bairro Operário do Rio, com mais de 100 anos, merece uma reforma profunda para que continue a ser uma forma de viver tradicional Carioca. Lisboa também merecia que os seus Bairros Tradicionais, como Alfama ou o Bairro Alto, sofressem uma reforma profunda e já agora toda a Baixa Pombalina, para que a Vida retornasse à Baixa e assim Lisboa revivesse!


Uma Praia Grande que era uma Comunidade e que devido ao "Progressio" o deixou de ser, os únicos Resistentes são, Seu Altamiro e família que apesar de tudo continuam lá vivendo da pesca, pois as "RENS" de lá, também são difíceis de se enquadrar entre os governos federais, (A Praia grande de Cajaíba, fica na divisa entre os Estados do Rio e S.Paulo), e os interesses fundiários.

Na minha opinião, os Caiçaras deveriam criar um Camping Naturista, de que eles fossem os proprietários, os gringos adorariam e pagariam bem, mas quem sou eu para opinar sobre isso...
A BD, (História em Quadrinhos) de referência neste quarto número é, "Avé Maria Cheia de graça, O Senhor esteja convosco", que apesar do pretensioso título, revela um grafismo muito Arte POP, como se fosse uma Fotonovela desenhada.

O extremo minimalismo fotográfico acontece com Leo Aversa, que conseguiu transformar os ícones do Rio na sua mais mínima expressão.

Todas as Praias do Mundo serão por isso Unidas!
O comunismo fotográfico na sua essência.

Por considerarmos o artigo de Antonio Edmilson Martins Rodrigues, professor Universitário, Açoriano-Carioca, remetemos esse texto sobre História para o post seguinte...

O canavial da Vala Real tinha razão de ser

Mas parece que a sabedoria dos mestres modernos a esqueceu.
Uma coisa é alargar a zona do caudal de escoamento e limpá-la nessa zona.
Outra eliminar todas as canas em seu redor.
Elas estavam nas linhas de água antigamente porque tinham uma dupla função que a memória parece ter esquecido.
Mas quem sou para contestar as novas opções técnicas desta malta?
Eles é que são engenheiros como o outro.
Com cursos por correspondência e tudo.

A nova Piscina Municipal...

... já está disponível, ali na lezíria das vaquinhas a nascente da Fonte da Prata.
Tem mais do que dimensão olímpica.
É um excelente terreno, alagadiço, óptimo para, em alternativa à Piscina, urbanizar logo que seja possível.
Ou - caso se note muito que não presta - para instalar um equipamento público ou doar para a sede de uma qualquer instituição.

Mas não querem dar-lhes mais competências?

Do Público:
«Ministério do Ambiente responsabiliza autarquias pelas cheias e trânsito
O Ministério do Ambiente responsabilizou as autarquias pelas cheias e complicações de trânsito registadas durante a madrugada e manhã de hoje, na sequência das fortes chuvas. De acordo com o Ministério, o ordenamento do território já não representa um sério problema em Portugal, verificando-se sim falhas ao nível da limpeza dos algerozes.

"Estamos numa área de competência autárquica. Tem a ver com as infra-estruturas urbanas. O problema do ordenamento do território já não é o mais sério em Portugal", disse aos jornalistas o ministro do Ambiente, Nunes Correia, quando questionado sobre as causas das complicações do mau tempo.»


Isto é ridículo, pois é este mesmo Governo que quer transferir mais competências paras autarquias - e o laranjismo-menezista concorda - nomeadamente na definição dos limites da REN e na aceleração dos trâmites dos PDM.
Basta ver o que se passa sempre que chove "acima dos valores médios para a época do ano" para percebermos como tudo isto ainda é o terceiro-mundo com uma demão de mau verniz por cima.

domingo, fevereiro 17, 2008

Seriam estalinistas moiteiros?

Da RTP:
«PS condena "comportamentos estalinistas e antidemocráticos" à porta da sua sede»

O nosso Sócrates parece que ficou um bocadinho nervosa, digo nervoso, que se franziu muito e que espumou pela boca com a cambada de arruaceiros que lhe apareceu ontem pelo Largo do Rato.
Eu sinceramente não acho que fossem estalinistas, porque maior estalinista que o aparelho dos Xuxalistas nos dias que correm é difícil.
Lá dentro é que costumam existir estalinismos vários, a começar pelo culto do chefe que se tornou a imagem de marca deste Partido Outrora Conhecido Como Socialista.
E depois o que é um comportamento estalinista?
Dar uns berros?
É pá, então eu tenho ali defronte uma vizinha estalinista que se farta com os filhos.
É parar num largo a meio de um tarde de sábado?
Então o país está cheio de estalinistas.
É discordar do senhor primeiro-ministro.
Então é que o país está mesmo cheio de estalinistas.
A verdade é que o homem está louca, digo, está louco de todo.
Se em cada esquina ele vê um comunista, tenho a sensação que está mais apanhadinho do que o Salazar quando se sentou de cabeça no chão.
Valha-nos São Estaline!
Só não percebo porque não diz que são comportamentos maoístas.
Porque o Camarada Mao também era mau que se fartava, quase tão mau como este trocadilho.
Resumindo: parece que o Cocas, digo, o Socas, redigo, o senhor engenheiro, excelência, primeiro-ministro, está quase a soltar a franga que tem em si.

AVP Leituras

Da Atlantic Monthly, a melhor das revistas:

A Report From Iraq

Da Prospect britânica:

Watch those warheads

Sobre a questão do Kosovo, recuperando leituras:

Independence for Kosovo (Foreign Affairs, Novembro de 2005)
Kosovo: approaching independence or chaos? (Open Democracy, Outubro de 2006)
Charting Kosovo's Independence (Voice of America, Janeiro de 2008)

Para se perceber melhor que a questão está longe de ser simples e renova questões de tempos complicados, da Primeira Guerra Mundial à Guerra Fria.

Desculpe... repita...

Do Rostos Online:

«Secretário de Estado de Ordenamento do Território
Novo aeroporto deve reabilitar núcleos de cidades como Barreiro, Moite e Montijo
PROT – AML deverá ser em breve submetido a uma “revisão expedita”João Ferrão, num Fórum Autárquico, em Vila Franca de Xira, referiu que a construção do novo aeroporto, em Alcochete, deve ter como objectivo – “a reabilitação dos núcleos de cidades como Barreiro, Vila Franca de Xira, Moita e Montijo, e não como factor impulsionador da criação de novas cidades”.»

A "Moite" é mesmo do original.
E o "cidades" também.
Quanto aos núcleos a reabilitar, tudo bem.
Só não se percebe exactamente o que se entenderá por reabilitação.
Se for tapar as cáries esburacadas com a recuperação das zonas degradadas, se possível não apenas das sedes de município, tudo bem.
Se é para carregar esses centros de casario do tipo caixote, estamos mal.
O problema é que este Secretário de Estado é aquele que disse uma coisa há uns dias sobre a municipalização das decisões sobre a REN de arrepiar os cabelos, sendo depois desautorizado pelo Ministro.

Um dia Feliz...


...para a grande Albania.

Um dia triste...


...para a Sérvia, mas especialmente, para todos os que têm ainda um sentido patriótico da sua existência como nações.

AVP-BD



Muito bom.
Só é pena que o Público não mande em quantidades suficientes para as bancas e seja preciso um tipo ir a Almada para conseguir um exemplar.
Com o preço a que está a gasolina sai caro.

sábado, fevereiro 16, 2008

Independência de Kosovo e o risco do 'efeito dominó' separatista na UE

Independência de Kosovo e o risco do 'efeito dominó' separatista na UE

MADRID (AFP) — A proclamação da independência do Kosovo, no domingo, suscita preocupação a respeito de um possível "efeito dominó" em uma Europa que, do País Basco a Flandres, passando pela Escócia, enfrenta movimentos separatistas.

A Espanha, que enfrenta anseios por independência no País Basco (norte) e na Catalunha (noreste), já anunciou que não reconhecerá a independência unilateral do Kosovo e baseia sua posição nos seguintes motivos: a ausência de consenso europeu, a estabilidade dos Bálcãs e o respeito à legalidade internacional.

A Espanha relaciona oficialmente sua oposição aos conturbados casos internos basco e catalão. Mas uma fonte próxima ao governo reconhece que o Kosovo representa para o país um "tema delicado, muito venenoso".
"Declarações unilaterais de independência não agradam o Governo espanhol", afirmou na terça-feira em Madri seu ministro da Defesa, José Antonio Alonso, referindo-se ao Kosovo.

Os defensores da independência basca e catalã acompanham a questão com atenção.

A organização separatista armada basca ETA se apropriou do exemplo kosovar no início de janeiro para destacar que sua luta pela independência do País Basco -que matou 819 pessoas em 40 anos de atentados- não era "uma utopia".
A situação dos Balcãs é "específica", insistiu na terça-feira o ministro espanhol da Defesa.
"Não é extrapolável para nenhum outro país da União Européia, muito menos para a Espanha", enfatizou.

A independência do Kosovo impulsionará inevitavelmente os movimentos separatistas europeus que sonham em se emancipar da tutela de Estados-Nações cada vez mais diluídos no seio da UE.
Criariam um precedente se reconhecerem uma "nação dentro do Estado", conceito defendido por nacionalistas bascos e catalães.
"Existe um risco real da queda do quase dogma da intangibilidade das fronteiras que prevaleceu depois da Segunda Guerra Mundial", declarou à AFP Jean-Yves Camus, pesquisador associado ao Instituto de Relações Internacionais e Estratégicas (Iris).
E aqueles que se beneficiam são esses "movimentos que buscam alterar o traçado do mapa da Europa apoiando-se em critérios étnicos, lingüísticos ou culturais", acrescentou este especialista em identidades regionais e separatismos na Europa.

Na Bélgica, o partido nacionalista Nova Aliança Flamenca (NVA), ligado ao provável futuro primeiro-ministro democrata-cristão Yves Leterme, considera em relação ao Kosovo que "o direito à autodeterminação dos povos é essencial".
Então conclama a Bélgica a apoiar a independência da província, uma perspectiva que está longe de entusiasmar os políticos belgas de raízes francesas que temem o "efeito dominó".
"A Europa pode regular nosso governo e nossa solidariedade. Porque é preciso manter esse teto intermediário que chamamos Bélgica?", se perguntava no final de novembro no jornal francês Le Monde o líder nacionalista flamenco Bart de Wever.

Na Escócia, o Scottish National Party (Partido Nacional de Escócia), que preside o governo regional desde maio de 2007, se comprometeu a organizar, em 2010, um referendo sobre a independência.

Do País Basco à Escócia, o mesmo fim não justifica no entanto os mesmos meios e o exemplo kosovar é analisado a partir de diversos pontos de vista.

Na Escócia, "nenhuma pessoa morreu a favor ou contra a independência", declarou à AFP seu primeiro-ministro, o independentista Alex Salmond, que não "quer interferir nos problemas internos de outros países europeus".

"O único conselho que damos a outros países é o de encontrar uma maneira democrática e totalmente pacífica de chegar a nossos fins e objetivos", concluiu.

O Arco Ribeirinho



Espero que a memória não seja curta e as gentes daqui se lembrem da conversa fiada em 2004 e 2005 do poder moiteiro acerca das «novas centralidades» e baboseiras semelhantes,a propósito do PDM e coisas afins.
A verdade, porém, é triste e bem dura.
A Moita é uma nova centralidade só na cabeça de alguns alucinados ou então de uma meia-dúzia de charlatões.
O TGV, cujo corredor estava mais do que definido há anos, vai passar em aceleração por aí.
Com jeitinho pode ser que a deslocação de ar refresque os dias mais calientes do Estio, agora que nem árvores há para fazer sombra.
Para além disso, apesar do deserto parecer vir a ficar muito concorrido nos próximos anos (foi a ponte no Montijo, é o aeroporto entre Montijo, Alcochete e Benavente, é a plataforma logística do poceirão e ao que parece a ponte para o Barreiro), a Moita fica a chuchar, com toda a justiça, no dedo.
Porque os seus políticos são uns zeros à esquerda, à direita e ao centro.
Não é nenhuma conspiração do Poder Local, porque se assim fosse os novos investimentos não iam para vários concelhos do Partido do Colectivo.
Nem é uma conspiração anti-Colectivo, pois pelo que se lê hoje no jornal SemMais, os autarcas do Barreiro, Montijo e Alcochete acertam estratégias para o futuro próximo, apesar de dois serem da CDU e uma do PS.
A verdade é que cada um deles está interessado em puxar pela sua terra, sendo isso muito claro com Carlos Humberto.
Entretanto, o shôr Presidente moiteiro continua na sua saloice e provincianismo, a promover touradas e largadas, a entrar e sair de presidências de organizações boiófilas que não interessam nem ao menino jesus da Alpendurada e a fazer visitas turísticas anuais às geminações.
Só ele e os acompanhamentes encontram utilidade nestas opções e no entretanto o concelho fica a ver passar o comboio e tudo o mais.
Vejam lá se o «trio do arco ribeirinho» se incomoda com o shôr Lobo e a Moita?
Passam por cima dele como se não existisse.
Quanto muito fazem como os outros fizeram ao Barroso, convidam-no para servir de porteiro.
Mas quem perde somos nós, porque ele já está garantido, aposentadinho e tudo e à espera que depois lhe arranjem um tachinho numa empresa qualquer amiga ou numa estrutura regional.
Vamos apostar?

Reacções na Sérvia

Parece que a religião domina a questão, em termos de manifestações.

inDependência


Com o apoio dos EUA e a rejeição da Rússia, o Kosovo vai tornar-se uma dependência muçulmana dos Estados Unidos da América do Norte na Europa e tornar-se parte integrande da Albania.

É prá Amanhã...mais valia nunca sê-lo!


...a independência unilateral do Kosovo, com o apoio do governo actual dos EUA e de alguns países da UE.

Alguns países, porque não acredito que a Espanha vá apoiar esta independência, pois assim tornará viável todas as independências das Pátrias agora espanholas.

A Grã-Bretanha, com o seu problema independentista na Escócia e Irlanda do Norte, também não gostará lá muito de ver o seu reino desunido...

Portugal com este governo de lacaios, fará o que os seus donos mandarem, por isso se O Império Franco-Teutónico apoiar, este governo apoiará, ainda por cima porque os EUA apoiam esta loucura independentista.

A Sérvia tem como raiz histórica do seu nascimento o actual Kosovo e não acredito que nenhum governo Sérvio, por mais que lhes acenem com os amanhãs que cantam europeus e lhes forneçam toneladas de vaselina com certificado de qualidade da UE, se deixem enrabar por esta corja de tecnocratas europeístas convictos da sua apatricidade.

O Kosovo quer a independência porque quer depois entrar na dependência da grande Albania, ou seja retiram um território essencial à Pátria Sérvia, para depois o entregar à Albania.

Imaginem, é como se nos retirassem o Alto Minho, Minho e Douro, para com o pretexto de fazer a Galécia, (de que falei anteriormente, aqui e aqui) e depois integrá-lo no reino de Espanha, como província.

Só se a Sérvia não tiver o mínimo de Patriotismo e de vergonha, é que deixará que esta independência unilateral do Kosovo se crie como um facto consumado.

Por isso o que eu acho é que haverá uma nova guerra nos Balcãs e dependendo da atitude da UE, poderá alastrar para além desses territórios...
A ver vamos.

TGV, Perquê ?


Será que alguém me conseguirá explicar o porque de Portugal passar a ter 2 linhas de TGV?

Portugal Continental tem mais ou menos 600 Km de comprimento por 300 Km de largura.

A primeira linha do TGV, fará ligação a Badajoz, para chegar depois a Madrid e terá a facilidade de transportar mais rapidamente os turistas que chegarão ao novo aeroporto do Montijo / Benavente, para esses desertos espanhóis. O que é que iremos lucrar com isso ?

A outra vertente é trazer essa ciganagem espanholada a passar férias curtas ainda mais rápidamente em Lisboa, e com isso confundir os turistas doutros países que visitam Lisboa que pensarão e cada vez com mais razão, que estão numa qualquer outra cidade espanhola e não na capital de Portugal.

O tráfico de mercadorias por TGV seria por isso a única razão plausível de existir essa ligação em Alta Velocidade, mas sejá importamos quase todos os vegetais e produtos agrícolas de lá, por rodovias, porque razão teremos a necessidade de ser ainda maisrápidos e com isso acabar ainda mais rápidamente com a nossa agricultura?

A segunda linha do TGV que nos querem impingir é entre Lisboa e o Porto. Não sei se já viajaram nos Alfas que actualmente fazem esse trajecto?


São muitoooooo confortáveis e rápidos o suficiente. Mas também é muito agradável ver as paisagens que são do mais variado e lindo.

Desde o estuário do Tejo, passando pela bela zona Oeste, Espinho com as suas praias, dunas imensas e o seu mar sempre revolto e belo.

Enfim a viagem no Alfa só pela paisagem vale a pena...Agora com o TGV, vai ser um desperdício de beleza, pois será tão rápido que nem as belas paisagens serão vistas.

Lá nos desertos de Espanha ainda se compreende que se viaje no TGV, (porque aquilo é feio, é feio, sim senhor)

Mas para se viajar para Madrid, será melhor a via aérea, pois com o preço das viagens aéreas "Low Cost", é muito mais barato viajar para Madrid de avião.

Só por estes factores estéticos, e apenas me referi a eles, não quero que haja nenhuma ligação de TGV na minha Pátria.

Tenho Dito!

Direita/Esquerda?

Do Público:
«CDU e PSD aprovaram Plano de Pormenor da Mata de Sesimbra
Os eleitos da CDU e do PSD na Assembleia Municipal de Sesimbra aprovaram esta madrugada, por maioria, o Plano de Pormenor da Zona Sul da Mata de Sesimbra com votos contra do Bloco de Esquerda.
O Bloco de Esquerda e o PS propuseram adiar a votação, por causa da à investigação do DCIAP (Departamento Central de Investigação e Acção Penal), mas o pedido foi recusado pela CDU e PSD. A bancada socialista abandonou a sessão de imediato.
O líder da bancada do PSD, Francisco Luís, defendeu que não havia motivos para suspender a votação que viria a ditar a aprovação do Plano de Pormenor pouco depois das 02h00 da madrugada.
Os dois eleitos do Bloco de Esquerda optaram por permanecer na reunião para tecerem duras críticas ao empreendimento turístico da Pelicano que prevê um investimento estimado de mil milhões de euros.»


A completa falta de vergonha e o Bloco Mais do que Central das negociatas a funcionar.
Já no Barreiro se nota a relação amiga entre PCP e PSD.
Por aqui, caro Luís Nascimento, tenha lá cuidado com as aproximações.
Os almoços (ou touradas) nunca são grátis.
Não nos apareça por aí no próximo ano a anunciar o Parque Temático para 2011.

É impressão minha...

... ou os telhados de vidro estão a estilhaçar-se a toda a nossa volta?
O que vale é que com a Justiça que temos, esta malta safa-se toda, são as escutas que se perdem, os prazos que passam, os papéis que não se acham porque se pedem a quem os quis esconder, os arquivamentos que acontecem.
Mas, pelo menos, a imprensa capitalista, vai fazendo a sua função e, mesmo devagarinho, vai mostrando alguns dos podres dos pretensos moralistas.

E ainda há quem diga que nós aqui é que sei lá o quê.
O que há por aí é muita Falta de Vergonha no Poder.
No Central e no Local.
É só uma questão de escala dos bolsos e dos negócios.
O esquema base é o mesmo.
Mamar o máximo enquanto podem.

Setúbal, Moita, Seixal, Sesimbra, and now Almada

Do Sol:
«Construtor de Almada denuncia pressões da Câmara
Um empresário de Almada acusa a Câmara de lhe exigir pagamentos, fora do circuito legal das taxas autárquicas, para licenciar uma obra da sua empresa no concelho.»

Não tenho a edição em papel, mas espreitei-a quando fui ao Expesso e a coisa é quentinha, quentinha...
Verdade seja dita que o empresário em causa ainda deve acreditar no Pai Natal.

sexta-feira, fevereiro 15, 2008

Como o AVP gosta de figuras públicas



Consta que o Beto (ah, ganda ex-leão, só podias ser do Sporting com tão bom gosto) andava a marcá-la na grande área.
É a Liliana Agfuiar que ficou conhecida por ser uma BOA concorrente do Big Brother.
Tem um site pessoal e tudo e oferece-nos bónus como os das imagens acima.
O AVP ergue-se, firme e hirto, brindando a este tipo de figuras públicas que dão o corpo ao manifesto e alegram os nossos corações.
Já estávamos fartos de gente "anónima".

Mais AVP Figuras Públicas



Parece que a pobre da Carla Matadinho foi preterida numa escolha de repórteres (!!!) para um programa light da SIC, porque não tem grande voz.
Caramba, que o Nuno Santos deve ser abichanado.
Mas quem é que está preocupado com a voz da rapariga.
Aliás, e sendo indisfarçavelmente misógino, a Carla faz muito bem em ficar calada.
Deve ser mesmo uma decisão a tomar.
Pode abrir a boca, mas deve ficar calada.
Mas mesmo assim, não percebo o critério da SIC.
Está bem que, em alternativa, escolheram a Rita Andrade que, essa sim, pode aparecer e abrir a boca, porque é bonita e inteligente.
Mas a Carla poderia sempre ficar ali a fazer de jarra.
Sorria.
Mostrava pele.
E dava audiência.
Esta gente não percebe nada.

AVP Figuras Públicas

E

Ainda bem que há gente que não se incomoda em deixar a sua vida ser devassada de cima abaixo.
Esta rapariga que eu não sabia quem era, até comprar hoje a TV Guia, não se incomoda de dizer que tem ancas largas (sinal de portugalidade genética) e que aumentou "o peito para mostrar o que não tinha".
Portanto, já sabe quem tentar manusear o dito peito, que se escorregar é do silicone.
É que aquilo salta a vista, mas escorrega à mão.
Justifica-se Vanessa Oliveira, de 26 anos, que faz qualquer coisa na TV:

«Achei que fazia sentido porque tenho as ancas largas e, para compensar a estrutura, aumentei o peito. Não o fiz para ter mamas grandes.»

Ora muito bem.
Eu para compensar a estrutura vou passar a calçar o 48, biqueira eXXXXXtra-larga e usar saltos altos.

Os passarinhos nos seus ninhos

Está aí quase a Primavera.
As andorinhas estão quase a chegar.
O ar começa a ficar menos frio.
As folhinhas rebentam nas árvores.
O campo reverdece.
A Natureza sorri e as crianças brincam felizes.
O mundo é belo nesta altura do ano.
Eu gosto muito da Primavera.

Prudêncio Iletrado, Provedor dos Leitores do AVP

Este rapaz também é mestre

Bolas, caramba, que texto tão profuuuuuuuuuuunnnnnnnndddddddddoooooooo.
Quase parece umas das prosas de um alhosvedrense que eu cá sei.

Olha outros a alucinar

Do Rostos Online:

«Sector da Construção de Setúbal debate com empresários
Setúbal no “centro daquilo que será o desenvolvimento do País nos próximos anos”»

E desta vez até discutiram em público e tudo com os empresários e não em restaurantes recatados.
Inovador.

Afinal não é só na Moita que alguém anda a fumar bosta alucinogénea

Ainda do Público:

«Sócrates reafirma intenção de criar 150 mil novos empregos até final da legislatura»

É prá aprender a não ser espancado e querer o caso investigado!

Do Público:

«Procurador do DIAP do Porto equaciona queixa-crime contra Ricardo Bexiga»

quinta-feira, fevereiro 14, 2008

E depois nós é que não somos sérios

Leio no Jornal da Moita as declaraçôesdecorrentes da reunião concelhia do poder moiteiro na sua versão partidária.
Aquilo roça o pornográfico.
Queixarem-se das dificuldades e não sei quê ainda se atura, é o folclore do costume.
Se não dissessem isso seria o mesmo que o cão da vizinha não me borrar o passeio todo em frente de casa.
Agora dizerem que estão a cumprir o programa eleitoral só se for apara rir.
Então o Parque Temático sempre se inaugura em Abril?
E a Pexina Mónicipále da Mouta?
E o pavilhão xpto?
E o Alhos Vedros Coltórále?
E aquelas páginas imensas de promessas no Outono de 2005, quando já sabiam que as contas estavam tortas e os presidentes a caminho de se aposentarem?
Haja decoro!
E ainda há quem nos chateie por causa de umas animações malandras?
Com tretas de credibilidade, dignidade e o raios que os parta?
Então e um pingo de vergonha na cara?
O que dizer das declarações de alguém que afirma que o TGV prejudica as populações e atravessa terrenos municipais?
Porquê?
Já não sabiam que o corredor está definido há nos?
Ou incomoda os famosos protocolos?
E o que dizer da lengalega gasparina sobre a descentralização e que só fazem qualquer coisa porque a Câmara deixa?
E o striptease é que era vergonhoso?
Não.
Este tipo de declarações é que é pornografia política no estado mais escandaloso.

Mesmo assim já fazem demasiadas asneiras

Da TSF
«Papel das autarquias na delimitação vai manter-se
O ministro do Ambiente afirmou, esta quinta-feira, que não vai haver alterações sobre a forma como as autarquias intervêm na delimitação das Reservas Ecológicas Nacionais (REN). Segundo Nunes Correia, na fase relativa aos processos de preparação dos planos directores municipais, já são os municípios que fazem esta proposta.»

Citação da Noite

"Amigo, não é aquele que nos levanta quando caímos, mas sim aquele que dá uma chapada ao filho da puta que nos empurrou!"

AVP Musical Primaveril

quarta-feira, fevereiro 13, 2008

Esclarecimento

Os elementos que produzem o AVP não estão, nem nunca estiveram, disponíveis ou interessados em disputar, ocupar ou desfrutar de qualquer tipo de cargo político-partidário.

Para além disso têm uma razoável alergia a quem gosta disso e gostam de desancar em tudo o que mexa, independentemente da cor partidária.

Quem tem problemas com isso tome pastilhas Rennie.
E quem não distingue um post jocoso de outro feito a sério, está em idade de aprender a distinguir o fundo das calças do apêndice rectal.

Estamos entendidos ou é preciso um desenho?.

Esclarecimento

Os elementos que produzem o AVP não estão, nem nunca estiveram, disponíveis ou interessados em disputar, ocupar ou desfrutar de qualquer tipod e cargo político-partidário

O desânimo perante a obtusidade

Julgo que ninguém foi mais ofendido na blogosfera local do que eu. Já me chamaram um pouco de tudo e deram-me as mais diversas identidades, desde amigos a perfeitos desconhecidos.
Já nem me aborreço.
Se no Carnaval me queimassem em efígie tanto se me dava..
Se colocassem uma cabeça minha (real ou virtual) a fazer um striptease para o AV2, para o shôr Presidente ou para uma qualquer moçoila desconhecida mas jeitosa, lá queria eu saber.
MAs há gente cheia de moralidades.
Gente que gosta dos desfiles.
Que gosta que gozem com os "outros".
Mas quando, por mero acaso, lhes sai a fava, encrespam-se como se não sei o que mais.
Não tenho paciência.
A letargia mental, a falta de humor, horrorizam-me.
Podem ver pessoas não-públicas a desfilar em travesti para centenas ou milhares é muito giro.
Faz-se uma brincadeira para 500 visitas é um ai-jesus que a privacidade e o camandro.
Confesso.
Estou cada vez mais farto desta terra, que cada vez está mais feia, por dentro e por fora.
Incapaz de se rir de si mesma.
Com gente burra até à medula.
Começo mesmo a acreditar que não há remédio.

Sporting derrota o Basileia !


terça-feira, fevereiro 12, 2008

AVP Caliente



Para que os nossos leitores não fiquem sem vídeos sexy aqui no AVP, pronto, recorremos a esta pálida alternativa à animação (e não vídeo) que retirámos por pedido expresso de uma das involuntárias protagonistas.