domingo, julho 06, 2008

São boas notícias, camaradas, por muito que vos custe!



Não é bonito arranjar conversas da treta para justificar o rapto durante anos desta mulher.
Tenham vergonha!

2 comentários:

mariodasilva disse...

A mim o que me espanta é ninguém ter reparado que antes da "libertação" a mulher estava pele e osso, quase morta, lívida e fraquinha... e no dia em que foi salva estava sadia, lúcida, esperta e gordinha até.

Coisas que se compreendem mal.
Os 500 que lá ficaram é que se lixaram e o resto são conversas.

Ah! Pois! Não eram nem americanos nem franceses mas somente colombianos. Compreendi-te. Chato!

Anónimo disse...

AINDA BEM QUE OS AV´S CRITICAM O BRONCAS. PENSAVA QUE ESTE NAMORO ERA PARA DURAR!